Aperte enter para pesquisar

Mais Saúde

PG libera uso de máscara em locais abertos

Secretaria de Estado da Saúde defende ainda que "não é o momento" para adotar tal medida

Da Redação

-

01 de novembro de 2021

A Prefeitura de Ponta Grossa estabeleceu o uso opcional de máscaras em ambientes abertos de acordo com o novo decreto em vigência na cidade. Conforme texto, a partir de hoje (1º), o uso do item passa a ser opcional, “a critério [da população] e condição sanitária”.

 

Pelo decreto municipal, em Ponta Grossa o uso de máscara passa a ser obrigatório apenas em ambientes fechados, onde também é exigido distanciamento social e desinfecção das mãos.

 

 

Contudo, ao ser questionada, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) afirmou que a medida não tem validade pois “sempre vale a medida mais restritiva, neste caso, o decreto estadual, além do uso ser obrigatório por lei no Paraná”.

 

O decreto estadual define como obrigatório o uso de máscara em todos os locais públicos, abertos ou fechados.

 

A secretaria também afirmou que “não é o momento” para tal medida e que o Paraná não revogou a obrigatoriedade porque, apesar de bons índices de vacinação, “a pandemia não acabou”.

 

Até a publicação desta matéria, a prefeitura não havia retornado sobre o apontamento da Sesa.

 

Fiscalização

 

Por meio de nota, a Sesa afirmou que “não vai avaliar a possibilidade de alterar o decreto estadual para permitir que a cidade de Ponta Grossa, ou qualquer outra cidade, possa liberar a população do uso de máscara em locais abertos”.

 

A secretaria ainda reforçou que a fiscalização vai exigir o cumprimento da legislação, tanto por órgãos estaduais como municipais.

 

No caso da Polícia Militar, conforme nota, a fiscalização será de acordo com o previsto no decreto estadual.

 

Flexibilização

 

O decreto publicado pela Prefeitura de Ponta Grossa revoga medidas restritivas de combate ao coronavírus na cidade, como o limite de público nos estabelecimentos e a exigência de comprovação da vacinação para acesso a eventos com cobrança de ingresso.

 

O texto foi publicado na quinta-feira (28) e manteve apenas a necessidade de distanciamento social, uso de máscaras e desinfecção das mãos em ambientes fechados.

 

De acordo com a prefeitura, a medida leva em conta o avanço da vacinação dos moradores da cidade e a desaceleração na transmissão do coronavírus.

 

Informações: ‘G1’ e NCG News

Compartilhe essa matéria!

Receba as notícias do Portal Clique no celular!

Comentários

Notícias Relacionadas

SAÚDE

Covid-19: mais 1,4 milhão de doses da Janssen chegam hoje ao Brasil

Novos lotes da vacina contra a covid-19 da farmacêutica Janssen chegam nesta quarta-feira (8) ao Brasil. De acordo com o Ministério da Saúde, são...

SAÚDE

São Paulo poderá exigir passaporte da vacina em aeroportos

O estado de São Paulo poderá passar a exigir o passaporte vacinal contra a covid-19 a partir de 16 dezembro em seus aeroportos (Cumbica, Viracopos...

ÔMICRON

Ômicron chega a 57 países e hospitalizações devem subir

A variante Ômicron já foi notificada em 57 países, e o número de pacientes que precisarão de internação hospitalar provavelmente aumentará...