Aperte enter para pesquisar

Segurança

Pedidos de registros de armas crescem 57% no Paraná, em 2020, diz PF

Polícia Federal contabilizou 8,2 mil requerimentos, contra 5,2 mil de 2019. Especialistas criticam armamento e dizem que aumento pode gerar efeito contrário e agravar índices de violência. Mais de 90% dos novos pedidos de armas são para cidadãos comuns no Paraná

Da Redação

-

03 de maio de 2021

Foto: Reprodução

Polícia Federal contabilizou 8,2 mil requerimentos, contra 5,2 mil de 2019. Especialistas criticam armamento e dizem que aumento pode gerar efeito contrário e agravar índices de violência. Mais de 90% dos novos pedidos de armas são para cidadãos comuns no Paraná

Os pedidos de registros de arma, no Paraná, aumentaram 57,7%, em 2020, na comparação com um ano anterior, de acordo com um levantamento feito pela Polícia Federal (PF).
Ao todo, 8.284 requerimentos foram feitos, no estado.

 

O Paraná é o sétimo estado com mais requerimentos para a autorização de novas armas, ficando atrás de Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro e Alagoas. O Distrito Federal também aparece com mais pedidos.

 

Adolescente é baleado na cabeça, em Curitiba; polícia suspeita de tiro acidental durante brincadeira
No Brasil, a maior parte dos registros se enquadra na categoria “Cidadão Comum”, com quase 70% dos pedidos. Na sequência aparecem servidores públicos e empresas de segurança privada.

 

Já no Paraná, os pedidos feitos por cidadãos comuns representam quase 90% dos requerimentos, conforme a PF. Veja a seguir o número total de pedidos, por ano.

Entre as delegacias da Polícia Federal, a unidade de Ponta Grossa foi a que mais registrou requerimentos para liberação de armas:

 

Ponta Grossa: 1.821
Curitiba: 1.407
Londrina: 1.390
Guarapuava: 1.206
Maringá: 660
Guaíra: 657
Foz do Iguaçu: 346
Paranaguá: 37

 

O que dizem especialistas:

 

Especialistas dizem que o incentivo ao uso de armas pode agravar os índices de violência. O professor em direito penal Francisco Monteiro Rocha Junior, da Universidade Federal do Paraná, explica que 86% das armas encontradas com criminosos, no Brasil, tem procedência legal.

 

“Aquilo que, teoricamente, era para defesa do cidadão acaba caindo no mercado ilegal. E com o efeito de, quanto maior a oferta, é muito acessível para quem está à margem da lei ter acesso a arma”, afirmou.

 

Isabel Figueredo, que é representante do Conselho do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, critica as medidas que facilitam o acesso a armas e munições que vem sendo tomadas no país, desde 2019.

 

Segundo ela, o processo de licenciamento é muito custoso e a maior parte da população é contrária ao armamento.

 

“Tem um discurso de que ‘agora vocês vão se armar e vão poder se defender’, que já é errado, mas que além de tudo é mentiroso porque vem da ideia de que qualquer um vai ter acesso e não vai, porque a arma é cara”, argumentou.

 

Registros ativos de armas de fogo aumentaram no Paraná, em 2020

Decisão no STF

Em abril, 13 decretos federais que flexibilizam o acesso as armas foram vetados por uma decisão da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF).
Decretos das armas: saiba o que está em vigor após Rosa Weber ter suspendido trechos
Entre os pontos que foram suspensos está a possibilidade de uma pessoa comprar até seis armas e, no caso de agente de segurança, até oito equipamentos.

A ministra também vetou a autorização para porte simultâneo de até duas armas de fogo, por cidadão.

Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

 

FONTE: RADIONOVAFM COM INFORMAÇÕES DO G1 PR

Compartilhe essa matéria!

Receba as notícias do Portal Clique no celular!

Comentários

Notícias Relacionadas

SEGURANÇA

Participantes de festa clandestina em Irati fogem pela mata com a chegada da fiscalização

A Polícia Militar de Irati, na noite de sábado (15), por volta das 23h, foi acionada para prestar apoio a outros órgãos de fiscalização. O...

SEGURANÇA

Furto de animais e caixa de água são registrados na região

Duas pessoas procuraram o Destacamento da Polícia Militar de Inácio Martins na sexta-feira (14) para registrar ocorrência de furto. Às 14h20, o...

SEGURANÇA

Ladrão de reatores é preso pela Polícia Militar

Uma pessoa conhecida nos meios policiais por diversos crimes de furto estava agindo ontem (14) no início da tarde quando foi denunciado por...