Aperte enter para pesquisar

Regional

Morador da região é destaque no site oficial do Vaticano

Bárbara Gardin

-

26 de agosto de 2020

José Carlos Janowski nasceu no dia de Nossa Senhora de Czestochowa e mantém viva a devoção. Foto: Reprodução/Rádio Difusora do Xisto

E etnia polonesa tem forte representatividade na região de Irati. Hoje, 26 de agosto, é o Dia de Nossa Senhora de Czestochowa, padroeira da Polônia e muitos devotos locais demostram essa ligação com essa figura de Maria – a mãe de Jesus.

 

O município de São Mateus do Sul também é forte em preservar os costumes dessa etnia, pelo número de moradores descendentes de poloneses e que levam a religiosidade com perseverança e fé. Há também no município uma paróquia dedicada à Czestochowa, localizada na Vila Nepomuceno.

 

O são-mateuense, José Carlos Janowski, participou de uma reportagem exclusiva no site oficial do Vaticano, o Vatican News, publicada neste dia 26 de agosto.

 

 

Ele é um dos grandes veneradores do quadro de Nossa Senhora do Monte Claro, inclusive aniversaria neste dia 26 de agosto, onde completa 72 anos de idade.  A data, de celebração dupla, é marcada por uma história de fé na família católica, que nasceu com os avós, Walentim e Maria Janoswki, que vieram da cidade polonesa de Kalicz.

 

 

José Carlos, produtor aposentado de erva-mate, já esteve na Polônia, é presidente da Fundação Cultural da cidade e conduz novenas em polonês e também um programa de rádio local dedicado às Tradições Polonesas (Tradycje Polskie). Desde 1993, ele também participa anualmente de peregrinações, com carreatas, que reúnem cerca de 15 mil pessoas, mas, devido à pandemia, neste ano foi cancelada:

 

“A gente visita quatro paróquias: em cada paróquia tem uma média de 20 capelas. O pessoal constrói tapetes, faz faixas, tem cavalgada, motoqueiros, carroças tipicamente enfeitadas para essa grande procissão que é feita aqui em São Mateus do Sul. Assim, pensando para que essa fé se espalhe mais, assim fizemos essas peregrinações para que o povo sinta de perto a força de Nossa Senhora de Częstochowa, que salvou a Polônia de tantas guerras e tantas invasões. E, se você for lá na Polônia, no Santuário de Częstochowa, vai ver que o santuário é o céu na terra.”

 

As peregrinações anteriores seguiam o percurso entre a Paróquia Nossa Senhora Aparecida e Częstochowa, onde neste sábado (29) será realizada uma missa em língua polonesa, até a Igreja Centenária da Água Branca. Para manter viva a memória católica da colônia de poloneses, o espaço, que conserva desde 1992 um quadro de Nossa Senhora do Monte Claro, foi tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual e pelo Patrimônio Arquitetônico-Cultural Municipal: “esse quadro que veio de Nossa Senhora de Częstochowa chegou aqui em meados de 1891 pela família de Francisco Toporowicz. É um quadro de três dimensões, só tem 24 desses no mundo”.

 

 

Clique aqui e confira na íntegra a reportagem do Vaticano

 

Informações: Rádio Difusora do Xisto e Vatican News

 

Compartilhe essa matéria!

Receba as notícias do Portal Clique no celular!

Comentários

Notícias Relacionadas

EDUCAÇÃO

Colação de Grau da Unicesumar reúne mais de 800 pessoas em Irati

Na última sexta-feira (24), aconteceu a Colação de Grau Unicesumar Irati. Na ocasião mais de 40 graduandos de diversos cursos participaram do...

OPORTUNIDADE

Vagas do CIEE para estágios remunerados em Irati e região

O Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná (CIEE/PR) oferece as seguintes vagas de estágio remunerado para Irati e...

REGIÃO

Estado nomeia 17 agentes universitários para a Unicentro

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou o Decreto (11.439/2022) de nomeação de 17 agentes universitários para a Unicentro. O concurso...