Aperte enter para pesquisar

Esportes

Governador confirma Cascavel como sede de competição que reunirá atletas de 12 países

Campeonato Sul-Americano de Kickboxing conta com o apoio da Paraná Esporte e vai reunir cerca de 700 atletas do continente entre os dias 8 e 12 de dezembro no Complexo Esportivo Ciro Nardi, em Cascavel, na Região Oeste.

Da Redação

-

14 de julho de 2021

Gilson Abreu/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou oficialmente nesta quarta-feira (14) a cidade de Cascavel, no Oeste do Paraná, como sede do 12º Campeonato Sul-Americano de Kickboxing. O evento vai ocorrer entre os dias 8 e 12 de dezembro no Complexo Esportivo Ciro Nardi. A competição conta com o apoio da Paraná Esporte e vai reunir cerca de 700 atletas de 12 países do continente.

 

 

 

“O Paraná tem uma tradição muito grande em artes marciais. Nos sentimos honrados pela escolha e daremos todo o suporte possível para que o campeonato seja um sucesso. Cascavel tem estrutura e vai organizar um grande Sul-Americano, tenho certeza”, disse Ratinho Junior. “O esporte, e especialmente as artes marciais, é democrático e tem a capacidade de transformar a vida das pessoas”.

 

 

Presidente da Confederação Brasileira de Kickboxing (CBKB), Paulo Zorello explicou que essa é a segunda vez que a entidade busca o Paraná para sediar um dos campeonatos internacionais da modalidade. Em 2020, era para Foz do Iguaçu, também no Oeste, organizar o campeonato Pan-Americano. A disputa, contudo, foi cancelada em virtude da pandemia da Covid-19.

 

 

“Escolhemos Cascavel em razão da acolhida e da estrutura governamental que a área de esporte nos proporcionou. O Sul-Americano estava programado para Caracas, na Venezuela, mas substituímos e trouxemos para o Paraná como forma de honrar o compromisso de trazer um evento internacional para o Estado”, destacou o dirigente.

 

 

Zorello enfatizou que essa será a primeira grande competição da modalidade após o reconhecimento, em junho, da Associação Mundial de Organizações de Kickboxing (Wako) como membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), depois de um longo processo que durou cerca de 25 anos.

 

 

Agora, a categoria busca cumprir todos os requisitos, como participar de competições continentais, até uma possível inclusão nos próximos dois ou três ciclos olímpicos. “É movimentar e fazer crescer o esporte após esse reconhecimento tão importante por parte do COI”, afirmou o presidente da CBKB.

 

 

PARCEIRO DO TURISMO – Superintendente Estadual de Esporte, Helio Wirbiski disse que o Sul-Americano de kickboxing é apenas parte de uma grande agenda esportiva prevista para o Paraná nos próximos meses. Serão, de acordo com ele, em torno de 15 competições apenas no segundo semestre deste ano, finalizando com o início da operação Verão Consciente, em dezembro, no Litoral e na Costa Oeste.

 

 

“São campeonatos que, em média, reúnem de 200 a 300 pessoas, movimentando diferentes pontos do Estado. Por orientação do governador Ratinho Junior, vamos usar o esporte como indutor do turismo e também como alavanca da retomada econômica, especialmente agora com o avanço da vacinação contra a Covid-19”, comentou Wirbiski.

 

 

PRESENÇA – O diretor de Inovação da Superintendência do Esporte, Tiago Campos, também participou do encontro.

 

FONTE: AEN

Compartilhe essa matéria!

Receba as notícias do Portal Clique no celular!

Comentários

Notícias Relacionadas

ESPORTE

Primeira Divisão do Varzeano terá oito jogos no fim de semana

Os dirigentes das equipes participantes da Primeira Divisão do 43º Campeonato Varzeano Grupo Saber/Penalty, estiveram reunidos ontem (20) no Centro...

ESPORTES

Terceira rodada do Varzeano teve média de 4,75 gols por jogo

Na terceira rodada da Primeira Divisão do 43º Campeonato Varzeano Grupo Saber/Penalty foram marcados 38 gols, média de 4,75, nos oito jogos...

ESPORTES

Definidos os jogos das quartas de final da Segundona do Varzeano

Neste fim de semana foram realizados os seis jogos da terceira e última rodada do turno único de classificação da Segunda Divisão do 43º...