Aperte enter para pesquisar

Segurança

Sargento do Corpo de Bombeiros de Irati encerra missão no Pantanal

Kelly Ramos

-

26 de outubro de 2020

O sargento Padilha integrou a equipe paranaense na missão. Foto: Arquivo pessoal

Retornou ao Paraná neste final de semana o sargento do Corpo de Bombeiros de Irati, Luis Carlos Padilha, que durante 20 dias participou de uma missão de apoio a forças de segurança para conter as chamas que devastaram a região do Pantanal, no Mato Grosso do Sul. Além de poder colaborar na defesa do bioma, ele trouxe grandes experiências adquiridas nos vários dias de trabalho.

 

O sargento relata que logo de início foi enviado para o município de Aquidauana, em uma equipe formada por 17 bombeiros do Paraná. Na área havia uma grande frente de incêndio em deslocamento, que poderia atingir uma reserva de proteção de onças pintadas e gralhas azuis. “Graças ao nosso trabalho e ajuda dos fazendeiros da região, com máquinas pesadas, conseguimos conter esse incêndio”, relata.

 

Outra missão ocorreu em um lugar chamado Passo do Lontra, onde combateram focos de queimadas, e fizeram a proteção da estrada utilizada pelos moradores. A situação no local era grave por muitas pontes de madeira terem sido consumidas pelo fogo. A pouca chuva que caiu foi bem-vinda, segundo Padilha.

 

Entre as dificuldades encontradas no trabalho estava a distância dos locais onde ocorriam os incêndios. Em alguns casos as viagens chegavam a ser até de 5 horas. “Tudo era muito longe, em lugares sem sinal de telefone. Mas, as pessoas nos ajudavam, tanto na questão de logística, alimentação, hospedagem. Nos trataram muito bem e não nos faltou nada, inclusive no trabalho”, explica.

 

Outra situação enfrentada pelas equipes era o perigo de ataques de animais. Sempre trabalhavam em conjunto, para garantir mais segurança. Também encontram situações novas para eles no trabalho. “O incêndio de lá diferente do que trabalhamos aqui na região. Ele ocorre por baixo, onde há muito material orgânico. Sempre víamos muita fumaça e não fogo, mas mesmo assim era preciso combater”, ressalta o sargento.

 

Padilha relata que a experiência adquirida foi muito grande e que se sente contente por ter contribuído na defesa do Pantanal. “Estou feliz por cumprir essa missão, de fazer o meu trabalho. É gratificante ter colaborado nesse lugar tão bonito, que é o pantanal”, relata.

 

Veja algumas imagens:

Compartilhe essa matéria!

Receba as notícias do Portal Clique no celular!

Comentários

Notícias Relacionadas

TRÂNSITO

Jovem de 20 anos morre em grave acidente em rodovia da região

Um grave acidente resultou na morte de um jovem e em outro ferido na noite de domingo (22), na BR-373, em Guamiranga. Os jovens ocupavam um Fiat Uno,...

AMEAÇA

Ladrões roubam e amarram vítima em Imbituva

Na manhã de quinta-feira (19), em uma localidade do interior de Imbituva, dois ladrões de posse de um canivete adentraram em uma residência e...

VIOLÊNCIA

Em Rebouças, mulher é agredida com fio de luz após apagar rede social

Uma situação de violência doméstica por um motivo fútil foi registrada em Rebouças na madrugada desta quarta-feira (18). Uma mulher foi...